NOTA INFORMATIVA – ADSE

3
Reunião do CGS da ADSE com a Senhora Ministra da Saúde 
Na sequência das informações que nos chegam através do nosso representante no Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, Betâmio de Almeida,  e em face das ameaças de alguns prestadores privados de saúde de denúncia de convenções com a ADSE, o Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da ADSE solicitou uma reunião com a Senhora Ministra da Saúde.
 Esta reunião teve lugar em 19/2/19 e teve a presença da Ministra da Saúde, dos Secretários de Estado da Saúde e do Orçamento bem como da Presidente da ADSE. O CGS esteve representado pelo respectivo  Presidente e por uma Delegação que incluíu o representante da APRe!
O Presidente deu conta da posição do CGS sobre o conflito actual com alguns grandes prestadores com base na Resolução 2/19 aprovada na reunião do CGS de 12/2/19. Na opinião do CGS, os privados em causa pretendem desestabilizar a ADSE e caminhar para o regime livre que lhes dá mais receitas. Foi focada a necessidade de novas Tabelas para os dois regimes (livre e convencionado) por forma a evitar no futuro o conflito das regularizações. Tem que existir vontade, empenhamento e capacidade para negociar. Considera-se, contudo, que se deve respeitar a Lei e as convenções e que há que estabelecer novas convenções com outros prestadores.
Os conselheiros presentes na reunião deram conta das preocupações dos beneficiários e apresentaram os seus pontos de vista, nomeadamente o do alargamento aos trabalhadores da Administração Pública com contrato individual de trabalho que se considera ser uma decisão estratégica muito importante.
A Ministra da Saúde manifestou a vontade de tranquilizar os beneficiários relativamente ao acesso aos serviços de saúde e a uma boa gestão das contribuições para a ADSE reafirmando o apoio inequívoco às negociações entre os prestadores privados e a ADSE com o acompanhamento do CGS. Afirmou não haver  disponibilidade do Governo para uma hipotética destruição da ADSE.
A APRe!  vai continuar a acompanhar o processo das negociações entre o Conselho Directivo da ADSE e os prestadores privados e pugnar pela melhoria e reforço da gestão da ADSE. Em defesa dos direitos e interesses dos associados, beneficiários ou não da ADSE, a Direção da APRe! mantém-se atenta e mobilizada para acompanhar este processo, nomeadamente em sede do CGS conjuntamente com os outros representantes dos beneficiários, como tem vindo a acontecer.
A APRe! tomou conhecimento que o próximo programa da RTP1 “Prós e Contras” terá como tema central a ADSE.
22.02.2019
Pela Direcção
Fernando Martins
Presidente