O atraso na atribuição das pensões!

213

A RTP noticiou um número recorde de queixas à Provedoria de Justiça em 2021, sendo as que se devem ao atraso na atribuição da pensões definitivas, as mais numerosas. Eduarda Neves, da Direcção da APRe!, prestou declarações sobre a notícia dizendo que: “todos os casos em que as pensões se arrastam no tempo, são casos dramáticos, porque as pessoas vivem muito mal, as pensões já são muito baixas em muitos casos e, o problema de ficar sem pensão durante algum tempo, é sempre dramático”, acrescentado que “não faz sentido nenhum! Isto é um atentado aos direitos básicos! Sei que há qualquer coisa que está muito errada quando um cidadão pede a pensão e não a obtém no momento da reforma. Há qualquer coisa que está errada, não é?”