“A discriminação contra os mais velhos na pandemia fez aumentar as mortes”

15

 Fundadora do Oxford Institute of Population Ageing, Sarah Harper fala ao DN sobre as principais mudanças e os desafios de uma sociedade a envelhecer, o que não afeta só os mais velhos. E diz que o preconceito de idade ficou evidente na reação à pandemia.

 

Sarah Harper é professora de Gerontologia na Universidade de Oxford, em Inglaterra, e uma das vozes mais reconhecidas a nível global sobre as matérias do envelhecimento e alterações demográficas.

Foi uma das convidadas do Fórum do Envelhecimento Saudável, coorganizado pela Universidade de Coimbra e pela Embaixada do Reino Unido em Portugal, e respondeu ao DN, por escrito, a algumas questões, desde o papel das migrações às alterações trazidas pela tecnologia ou o impacto esperado no mercado de trabalho. A britânica sublinha a necessidade de repensar os sistemas de segurança social e defende que a pandemia deixou evidente a discriminação contra os mais velhos.

 

Ler entrevista aqui:

https://www.dn.pt/sociedade/a-discriminacao-contra-os-mais-velhos-na-pandemia-fez-aumentar-as-mortes