“A pandemia veio reforçar a importância de os mais velhos conseguirem ser autónomos mais tempo”

1

 Quando o tema é o envelhecimento saudável, “o foco não está em querer que as pessoas vivam até aos 150 anos, mas sim que tenham um período de dependência cada vez menor no final da vida”, salienta Cláudia Cavadas, a vice-reitora da Universidade de Coimbra, que admite a aposta da instituição em assumir a liderança da investigação neste campo.

Cláudia Cavadas


Escolhido pelas Nações Unidas com o tema para esta década (2021-2030), face aos urgentes desafios levantados pelo acelerado envelhecimento da população mundial, o conceito de envelhecimento saudável esteve nesta semana em discussão num fórum coorganizado pela Embaixada do Reino Unido em Lisboa e pela Universidade de Coimbra, cuja vice-reitora, Cláudia Cavadas, falou ao DN sobre os caminhos da investigação nesta área.

 

Ler entrevista aqui: https://www.dn.pt/edicao-do-dia/09-abr-2021/amp/a-pandemia-veio-reforcar-a-importancia-de-os-mais-velhos-conseguirem-ser-autonomos-mais-tem