Leiria

7

APRe! Reúne em Leiria 

(24 de Janeiro de 2013) 
Mais uma reunião da APRe! Desta vez foi na acolhedora cidade do Liz no espaço do NERLEI. O Nosso associado José Manuel Júlio foi o grande dinamizador da iniciativa que juntou à volta de 50 pessoas. Pela comissão instaladora da APRe! estiveram presentes Maria do Rosário Gama (coordenadora nacional), Fernando Martins e José Vieira Lourenço. 
No início dos trabalhos, e depois da saudação da praxe, a coordenadora fez um breve historial dos três meses de vida da associação. Historiou o seu nascimento (Coimbra, 22 de Outubro de 2012) e o seu crescimento, dando conta das várias diligências efectuadas até ao momento, desde os contactos com os partidos políticos e órgãos de soberania, até à petição feita à Assembleia da República contra os cortes estipulados no OE, petição essa que será brevemente discutida no plenário da AR. A coordenadora da APRe! teve ainda oportunidade para falar dos objectivos da associação salientando que a mesma está apostada em querer melhorar a vida dos seus associados lutando contra o isolamento e a vulnerabilidade dos aposentados e reformados, apostando num envelhecimento activo. Acrescentou ainda que a associação quer ser a voz de todos os pensionistas, aposentados e reformados portugueses, que são cidadãos de pleno direito e não podem ser marginalizados na construção duma sociedade que todos queremos mais justa e mais solidária. Por isso a APRe! lutará com todas as suas forças contra a discriminação da 3ª idade. 
Fernando Martins informou de seguida os presentes sobre as diligências que estão a ser feitas pela comissão instaladora para a criação de diversas parcerias que possam ser um benefício para a chamada geração grisalha, referindo nomeadamente os contactos feitos com a PT (benefícios em termos de telemóvel e TV); com companhias de Seguros; em termos de Saúde e Apoio Social (médicos, apoio social e gabinete jurídico). 
Depois disso a coordenadora da APRe! fez o ponto da situação no que se refere às acções colocadas em tribunal, contra os cortes nos vencimentos, esclarecendo que tais acções são em nome da associação e em nome de 6 associados, sendo apresentadas nos tribunais de Lisboa, Porto e Coimbra, acrescentando que em função dos resultados obtidos cada associado poderá recorrer do mesmo modo se assim o entender. 
Na sequência da reunião abriu-se o diálogo à participação de todos os presentes, tendo sido apresentadas considerações e sugestões que a comissão instaladora registou com apreço: 
– Foi feita uma referência à situação dos aposentados inválidos e incapacitados, muitos deles com baixas pensões, uma autêntica esmola em alguns casos; 
– Foi sugerido: que a APRe! e até as próprias centrais sindicais possam ter noção exacta da forma como estão a ser geridos os dinheiros da Segurança Social e da Caixa Nacional de Pensões, podendo mesmo solicitar a quem de direito que seja feita uma auditoria, uma vez que os fundos têm de ser geridos com honestidade e transparência e quem gere rendimentos alheios não pode fazer aplicações de risco; que a APRe! se empenhe na revogação da legislação que não permite acumulações aos pensionistas e reformados; que a APRe! se empenhe na defesa dum tecto máximo e mínimo (verdadeiramente digno) do valor das pensões, denunciando as situações dispares reinantes. 
No final dos trabalhos foram feitos alguns esclarecimentos: sobre a questão do pagamento das quotas; sobre a criação de núcleos e delegações; sobre as eleições para os corpos sociais da APRe! já marcadas para 27 de Fevereiro, esclarecendo, nomeadamente a possibilidade de voto por correspondência. E foi feito ainda um apelo a que cada associado consiga outros associados, apostando numa estratégia de crescimento da associação. 
Foi ainda referido que a APRe! enquanto associação apartidária não apoiará qualquer manifestação de cariz partidário. No entanto qualquer associado, a título pessoal poderá estar presente nessas manifestações. Mas como está em marcha a organização duma manifestação para o dia 2 de Março de 2013, dinamizada por associações de carácter cívico, a associação foi convidada a participar e envidará esforços para ter nessa manifestação uma representação condigna, usando t-shirts e bandeiras com o logotipo da APRe!. 
Seja permitida uma palavra final de agradecimento ao José Manuel Júlio pela mobilização e dinamização e ainda a todos os presentes na sessão pela generosidade que demonstraram contribuindo monetariamente para que o espaço fosse pago. 
Bem- haja, amigos e associados Leirienses.

J. Vieira Lourenço