Nota à Imprensa

0
Malabarismos Financeiros
Confrontada com a notícia sobre novos cortes nas pensões e sobre o malabarismo financeiro que o Governo propõe para pagamento do subsídio de férias aos pensionistas, discriminando esse pagamento consoante o valor da pensão (até 600 Euros, o subsídio será pago em Junho, de 600 a 1100 Euros, o subsídio será pago metade em Junho e metade em Novembro e acima de 1100 Euros, o subsídio será pago 10% em Junho e 90% em Novembro) a APRe! – Aposentados, Pensionistas e Reformados só pode interpretar estas disposições como o desnorte total do Governo e um arrogante desprezo relativamente a um grupo de pessoas fragilizadas pela idade e pela doença, que já mereciam, nesta etapa das suas vidas, alguma tranquilidade e segurança para terminarem os seus dias. Para a APRe!- , o limite da austeridade já foi ultrapassado, com as taxas, contribuições e impostos aplicados a este grupo social e, nesse sentido, apesar da lentidão da justiça, continuará a lutar nos Tribunais pelos direitos conquistados ao longo de uma longa carreira contributiva, demonstrará o seu descontentamento na rua e no momento de votar, utilizará o seu voto como arma nesta dura batalha.

A Presidente da APRe!

Maria do Rosário Gama