Notícia

0


DEBATE NO PORTO, 6 DE MAIO, PEQUENO AUDITÓRIO DO RIVOLI COM 

RAQUEL VARELA E PAULO MORAIS

O Núcleo do Porto da APRe! – Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados tem vindo a organizar, no Porto, um ciclo de debates subordinado ao tema “O Estado Social e o Direito à Aposentação como Pilar da Democracia”.
Estes debates têm como objectivo principal a troca de pontos de vista sobre a temática em análise. No momento actual, onde muitos questionam o estado social e o cumprimento do contrato estabelecido entre o estado e os reformados, é da maior importância ouvir os diversos sectores da sociedade, desde os académicos e políticos até aos responsáveis religiosos e empresariais sobre o que se está a passar e sobre os caminhos possíveis para o futuro da democracia.
Na próxima 2º feira, 6 de Maio, no Pequeno Auditório do Rivoli, entre as 18:15 e as 20.15 horas vai realizar-se o último debate deste ciclo.
Serão oradores a Doutora Raquel Varela, investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e o Doutor Paulo Morais, vice-presidente da Associação Cívica Transparência e Integridade, docente do ensino superior nas áreas de Estatística e Matemática.

Contámos com a vossa presença.

Pelo Núcleo do Porto da APRe!
Eduarda Neves

_______________________________________________________________________________

Paulo Alexandre Batista Teixeira de Morais 

Vice-Presidente da Direção da Associação Cívica Transparência e Integridade 
Paulo Morais é docente do ensino superior nas áreas da Estatística e Matemática. É diretor do Instituto de Estudos Eleitorais da Universidade Lusófona do Porto. Tem desenvolvido investigação na área das sondagens, sistemas eleitorais, desenvolvimento e qualidade de vida. Foi vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, de 2002 a 2005, tendo sido responsável pelos pelouros do Urbanismo, Ação Social e Habitação. Na sequência dessa sua experiência, tem denunciado ativamente crimes urbanísticos e os meandros da corrupção associados a este domínio. Atualmente, é também membro do grupo de trabalho para a revisão do Índice de Perceção da Corrupção, levada a cabo pela sede da TI.
_______________________________________________________________________________

Raquel Cardeira Varela 

Investigador integrado | Doutorado
Trabalho e Conflitualidade
FCH

Áreas de Investigação

Raquel Varela (1978) é investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, onde coordena o Grupo de Estudos do Trabalho e dos Conflitos Sociais e investigadora do Instituto Internacional de História Social, onde coordena o projecto internacional In the Same Boat?Shipbuilding and ship repair workers around the World (1950-2010). É coordenadora do projecto História das Relações Laborais no Mundo Lusófono. É doutora em História Política e Institucional (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa). É, desde 2011, Presidente da International Association Strikes and Social Conflicts. É vice coordenadora da Rede de Estudos do Trabalho, do Movimento Operário e dos Movimentos Sociais em Portugal.
É coordenadora de Quem paga o Estado Social em Portugal? (Bertrand, 2012), autora de História da Política do PCP na Revolução dos Cravos (Bertrand, 2011), coordenadora de Revolução ou Transição? História e Memória da Revolução dos Cravos (Bertrand, 2012), co-coordenadora de Greves e Conflitos Sociais no Portugal Contemporâneo (Colibri, 2012), co-coordenadora de O Fim das Ditaduras Ibéricas (1974-1978) (Centro de Estudios Andaluces/ Edições Pluma, 2010).
É membro do board of Trustees do ITH-International Conference of Labour and Social History (Viena, Áustria). É membro da Asociacíon Historiadores del Presente. Os seus artigos estão publicados em revistas nacionais e internacionais com arbitragem científica como Revista Brasileira de História, Hispania, XX Century Communism, Revolutionary Russia, Historia del Presente, Revista Espacio, Tiempo y Forma, Análise Social. 
As suas áreas de investigação são História Global do Trabalho e História do Estado Social. História dos movimentos sociais na Península Ibérica. História do movimento operário português. História da Revolução de 25 de Abril de 1974. O papel do Partido Comunista Português na revolução portuguesa. Estudo comparativo dos Partidos Comunistas Europeus.