Notícias

0

(Enviado aos nossos Associados)

Por motivos de saúde de um familiar não tive hipótese de ser mais rápida na divulgação das notícias APRe! 
Relativamente à Assembleia constitutiva realizada em Coimbra tenho a informar que todas as pessoas que se apresentaram puderam entrar pois estava um elemento da Comissão Instaladora para confirmar as inscrições daqueles que não conseguiram fazê-lo através do facebook. 
A Assembleia foi muito participada, todas as pessoas que se inscreveram tiveram oportunidade de falar e defender os seus pontos de vista. Como devem calcular era impossível levar para a Assembleia todas as propostas alternativas que nos foram enviadas. Já informei que temos perto de 1800 associados com a jóia paga e muitos enviaram sugestões. 
Os Estatutos foram votados na generalidade e depois discutidos e votados artigo a artigo na especialidade até ao artigo 9.º. Dado o adiantado da hora, foi feita uma proposta à mesa para que se votassem os restantes artigos dos estatutos na especialidade com um voto de confiança para a Comissão Instaladora “ajustar” as propostas entradas na Assembleia relativamente aos artigos 10.º e seguintes. A Assembleia votou por maioria esmagadora este voto de confiança, seguindo-se o mesmo procedimento para os restantes documentos. Para fazer este ajuste houve pessoas para além da C.I. que se disponibilizaram para estarem presentes e assim, estiveram mais 4 elementos a saber: Paulo Gouveia, Jorge Gouveia, Henrique Rodrigues e Isabel Luciano. 
Esse trabalho foi feito durante esta semana e assim, hoje, já vos envio os Estatutos e o Regulamento Interno. 
Vamos fazer a escritura dos Estatutos no dia 14 de Dezembro, às 10H00 num cartório notarial de Coimbra (Sónia Pereira). 
No dia 13, 5.ª feira, pelas 11H15, seremos recebidos na AR pela Vice-Presidente Deputada Teresa Caeiro (do CDS) a quem iremos entregar a petição embora a mesma tenha seguido online. A intenção da entrega presencial é o facto de poder ser divulgada a notícia pois são mais de 13000 assinaturas a “pedir” pela defesa dos nossos direitos. Também nesse dia, pelas 15H00 seremos recebidos na Presidência da República pelo Dr. David Justino, assessor do Sr. Presidente para os Assuntos Sociais. Estas duas audiências, apesar de não ser com os titulares dos cargos (Presidente da AR e Presidente da República) são mais uma forma de nos darmos a conhecer e manter notícias nos órgãos de informação. Há Associados que acham que não vale a pena porque o Presidente vai promulgar o Orçamento mas nós tentámos todos os meios antes de avançar para tribunais. 
Aguardamos a promulgação do OE, aguardamos o pedido de inconstitucionalidade que os deputados e/ou o Provedor de Justiça irão fazer e entretanto já estamos a trabalhar com advogados no sentido de ver se e qual o momento mais adequado para avançarmos com as acções. 
Os advogados pedem os Estatutos, por daí a pressa…(já nos disseram que andamos depressa demais, outros perguntam porque não avançamos mais depressa!). 
Convém começarmos a fazer uma campanha para aumentar o número de associados. Envio, em anexo, uma carta de Apresentação feita pela C.I. onde a 1ª parte (a azul) corresponde ao que está nos Estatutos e a preto, além de alguma informação, o que pretendemos para além deste orçamento, e ainda a ficha de inscrição com duas alterações: a morada e o número de aposentado, pensionista ou reformado. 
A leitura do Expresso deste sábado passado deixou ainda mais angustiados os que se encontram na nossa situação pois o governo quer cortar ainda mais e de modo permanente nas nossas pensões de reforma, para arranjar os 4 mil milhões de euros de que se fala. Uma loucura! 
Já temos uma sede em Coimbra, espaço partilhado com a Associação de Professores de Filosofia: fica na Rua do Teodoro, 72, 2.º Esq., em Coimbra. 
A manifestação do Movimento dos Reformados do fim de semana passado não teve nada a ver com a APRE!, nós não conseguimos entrar em contacto com eles e também não fomos contactados. 
Havemos de fazer uma manifestação, em Janeiro, depois dos recibos dos vencimentos para mobilizarmos mais pessoas. Não podemos arriscar a ter meia dúzia de manifestantes. 
A Coordenadora da Pró-Associação 
Maria do Rosário Gama