Notícias APRe!

0
Car@s Associad@s
A Direcção da APRe! reuniu ontem pela primeira vez depois da tomada de posse. Foi feito um balanço da nossa participação no 2 de Março, que, a nosso ver foi muito positivo pois a comunicação social e o Governo aperceberam-se que estamos organizados e não vamos dar tréguas. 
Continuamos a tentar realizar protocolos com várias entidades, hoje houve uma reunião em Lisboa com o presidente do INATEL, da qual ainda não tenho informações; também contactámos a Associação Nacional de Farmácias, A Assistência Domiciliária – Rede Nacional de Saúde, Companhias de Seguros e de Comunicações. 
Quanto à Organização da APRe!, ficou decidido constituir já delegações em Lisboa, Porto e Coimbra, com delegados nomeados pela Direcção, tal como está previsto nos Estatutos. Um pequeno grupo de trabalho vai delimitar o limite geográfico para a abrangência dessas delegações. No outros locais continuarão a funcionar os núcleos. Estes podem organizar-se a nível de rua, freguesia, concelho, conforme os próprios associados decidirem. Em breve enviarei com mais detalhe as propostas para os núcleos. 
Estiveram presentes na reunião de Coimbra, dois elementos do Grupo de Trabalho das Relações Internacionais, António Manique e João Pontificie de Sousa que transmitiram à Direcção os objectivos e actividades que o Grupo pretende desenvolver. Um dos objectivos, entre outros, é promover a APRe! ao nível europeu, com vista à obtenção de apoios para a sua acção e à criação de uma opinião pública europeia favorável ao debate institucional das causas dos reformados e pensionistas. 
Quero lembrar aos Associados, que ainda o não fizeram, que devem proceder ao pagamento de 6 euros relativos ao primeiro semestre deste ano. O NIB é 0035 0185 00021699 930 81
Relativamente à nossa intervenção nos órgãos de comunicação social, estivemos no Expresso da Meia Noite da SIC Notícias no dia 7 de Março e logo no dias 8 e 9 nos noticiários da SIC onde tive oportunidade de nos demarcarmos do MIR. Apesar de alguns associados acharem que nos devemos juntar, a Direcção entende que o modo como obtivemos as nossas pensões, através de uma longa carreira contributiva, não tem qualquer semelhança com as pensões milionárias auto-determinadas pelos banqueiros, como é o presidente do MIR. 
Na imprensa escrita, temos uma “Carta aberta à Troika” que saiu hoje na página 9 do DN na secção “Cartas ao Leitor”. (em anexo). Não era este o destaque que queríamos mas atendendo a que 10 jornalistas do DN estão a colaborar com o governo, já não devemos estranhar. 
Na passada 4ª feira eu e o Fernando Martins demos uma entrevista para a RCP FM 92.6, com audição nos distritos de Coimbra, Aveiro, Viseu e Leiria. O link para download é este:

Hoje enviámos um Comunicado à Imprensa na sequência da conferência de imprensa do Ministro das Finanças. O comunicado segue em anexo. 
Na sequência de uma notícia publicada hoje no J. de Notícias em que se afirma que “Troika penaliza reformas de 307 mil funcionários” e cujo link para download é

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=3109467

quero informar que estamos em contacto com o nosso advogado e que não deixaremos de agir em conformidade. 

A imprensa tem sido hábil em manipular a opinião pública para, à força de tanta insistência, as pessoas acreditarem que as pensões de reforma são responsáveis pelas desgraças deste país. É preciso dizer que as pensões do regime contributivo não são pagas pelo Orçamento do Estado mas sim por transferência das contribuições que a segurança social recebe. 
A APRe! recomenda o seguinte: temos que estar atentos, mas temos de ter muita serenidade. Estamos a viver um momento de grandes especulações. Temos uma máquina montada em alguns órgãos de comunicação social contra os reformados da CGA e da CNP. É verdade que temos de estar alerta, mas só devemos reagir a notícias oficiais, caso contrário estamos a ampliar as especulações, ou seja, involuntariamente a fazer o jogo do inimigo.
O que vamos fazer:

– 2ª feira, dia 18, às 11H00 estaremos presentes no programa “Querida Júlia” da SIC; 
– No dia 20 vai haver uma reunião da APRe! com o Dr. Silva Peneda, presidente do Conselho Económico e Social; 
– Vamos ter reuniões dos núcleos no Cadaval, dia 21 e na Figueira da Foz, dia 23. 
– Está a ser organizado mais um Debate do Ciclo de Debates da APRe! no Porto, no dia 9 de Abril. 
– Aguardamos a decisão do Tribunal Constitucional para reagirmos de imediato; 
– Vamos pedir audiências aos Partidos Políticos e Centrais Sindicais para apresentarmos cumprimentos e sabermos qual a sua posição relativamente aos cortes que estão a ser feitos aos reformados. 
Continuamos atentos! 
Cordiais saudações
A Presidente da Direcção 
Maria do Rosário Gama