Núcleo da APRe! em Cascais: sessão sobre ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL.

5

Realizou-se no passado dia 23 de Outubro, em Cascais, uma sessão sobre ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL.

A organização esteve a cargo do Núcleo da APRe! em Cascais e da União de Freguesias de Cascais e Estoril.

Para além de muitos associados da APRe!, assistiram também pessoas não associados e de diferentes gerações, o que é sinónimo do interesse e actualidade do tema.

No inicio dos trabalhos e na qualidade de Delegado Regional, Vítor Ferreira fez a apresentação formal da Associação, enumerando o que tem sido feito em prol dos aposentados, pensionistas e reformados e detalhando alguns dos principais momentos da intervenção pública da APRe!, salientando a sua importância nos de meios de comunicação social. Referiu ainda as audiências  com as instâncias do poder sempre que se solicitam sempre que se justifica e a necessidade do fortalecimento da APRe!, face a perigos que se anunciam.

Seguiu-se a Dra. Isabel do Carmo que fez uma apresentação sobre a nutrição e os cuidados a ter para uma vida saudável sublinhando alguns aspectos como:

  • Sermos dos países da Europa com menos tempo de vida saudável depois dos 65 anos;
  • A necessidade duma alimentação diversificada e com especial prudência na utilização das proteínas;
  • A importância das leguminosas, dos vegetais e do azeite como melhor fonte de gordura;
  • O consumo de hidratos de carbono com moderação;
  • A importância do leite e a alternativa dos yogurtes gregos e turcos para quem tem intolerância à lactose.

Insistiu ainda na importância do exercício físico recomendando que as pessoas caminhem, pelo menos, 30 minutos por dia.

O Dr. João Ramos abordou a problemática das doenças reumáticas dando conta dos valores que consomem do OE enumerando as cerca de 100 doenças que se inserem nesta especialidade, tendo para algumas delas traçado orientações sobre a forma de as combater ou mitigar.

Sublinhou a importância do termalismo e da sua relevância não na cura mas como complemento no tratamento, recomendando que quem possa fazer dois períodos de tratamentos anuais alivia bastante os sintomas.

Enumerou e deu conta em pormenor sobre as vantagens de cada uma das termas portuguesas para diferentes patologias.

Seguiu-se um vivo debate com os presentes, alguns dos quais aproveitando para colocar os seus casos particulares.