AR – Bloco de Esquerda

0
20.11.2012 
A APRE foi recebida por uma representante do BLOCO DE ESQUERDA, Mariana Aiveca. 
Equipa/Delegação da APRE : 
Fernanda Queirós e Vítor Ferreira (de Lisboa) e J. Vieira Lourenço (de Coimbra). 
Síntese da Reunião: 
1. A delegação começou por agradecer a recepção e de seguida fez um breve historial da actividade da APRE (Razões justificativas do aparecimento da associação; reuniões de Coimbra, Porto e Lisboa; futuras iniciativas; objectivos da associação). 
2. A delegação ficou convicta de que a deputada Mariana Aiveca já nos conhecia e tem de certa forma acompanhado as nossas iniciativas. Mostrou igualmente a sua disponibilidade pessoal e do seu grupo parlamentar para colaborar com a APRE, declarando-se muito sensível e em consonância com as nossas propostas. 
3. Foi salientado pela deputada Mariana Aiveca que a APRE tem/faz todo o sentido e que quantos mais movimentos deste género existirem melhor. Disse ainda que era sua convicção que apesar de existirem outras associações de reformados a nossa associação está a ocupar um espaço que não era de ninguém. E acrescentou que por isso mesmo acredita que a APRE poderá ser factor de mudança. 
4. A deputada referiu também que gostava muito da ideia da APRE pretender ser, e reivindicar ser, parceiro social. 
5. Foram referidos ainda estes aspectos: 
a) A coincidência da APRE ter nascido neste final de 2012, Ano Internacional do Envelhecimento Activo; 
b) Que o Bloco de Esquerda estaria sempre aberto para colaborar e apoiar as nossas iniciativas; 
c) Que o Grupo parlamentar do BE pode usufruir, se assim o entender, do capital de experiência de muitos associados da APRE. 
6. Finalmente a deputada Mariana Aiveca disse que o BE faria todos os possíveis para mandar o Orçamento de Estado para o Tribunal Constitucional, uma vez que está certo de diversas irregularidades neste orçamento. Salientou que o BE não tem número de deputados suficientes para pedir a fiscalização do orçamento, mas que ia fazer tudo o que estivesse ao seu alcance para conseguir tal objectivo e em consonância com outros grupos da esquerda parlamentar. 
7. Aspecto extra: 
A senhora deputada considerou (fruto de pergunta nossa) que a APRE deve entregar a nossa Petição Pública no Parlamento (apesar de se ter feito já o envio por email), o que poderia permitir à APRE mobilizar os meios de comunicação social. 
O secretário do encontro 
J Vieira Lourenço