Pela Beira Interior

0


Da Guarda à Covilhã

Decorreram, no dia 11 de Julho, duas sessões de trabalho promovias pela APRe!; a primeira na cidade da Guarda, no colégio de S. José, a segunda na cidade da Covilhã, em instalações da UBI, com a presença de representantes da direcção, de delegados regionais, dos dinamizadores locais e de um número significativo de actuais e futuros associados (cerca de 40 – da Guarda, Pinhel, Covilhã e Fundão) dispostos a desenvolver núcleos da APRe! nestas quatro cidades.
As reuniões iniciaram-se com a apresentação dos seus objectivos e prosseguiram com o balanço de toda a actividade da associação desde a sua fundação, realçando-se, por um lado, as medidas gravosas dirigidas aos aposentados e pensionistas já aplicadas ou anunciadas pelo governo e, por outro lado, as diversas acções desenvolvidas e as diversas frentes de batalha que a APRe! tem travado. Nestas frentes de batalha incluem-se agora novas medidas ameaçadoras: a”TSU” para os pensionistas e aposentados, um novo corte de 10% com efeitos retroactivos e a última portaria assinada por Víctor Gaspar sobre a aplicação do FEFSS. Os debates que se seguiram permitiram o esclarecimento de algumas dúvidas levantadas e a comunicação de experiências que traduzem bem as dificuldades que as pessoas estão a viver. Todos os testemunhos manifestaram o apreço pelo aparecimento desta nova associação, endereçando todo o apoio aos seus dirigentes para se continuar a luta contra todas as injustiças que nos afectam.
Destacamos duas situações apresentadas por dois associados presentes: a primeira, manifestando surpresa pelos valores que os pensionistas (com pensões entre 600 e 1100 euros) estão a receber nesta primeira tranche respeitante ao subsídio de férias; a segunda, testemunhando reacções preocupantes de medo e de vergonha observadas em muitas pessoas quando são abordadas e estimuladas a lutar pela defesa dos seus direitos: medo de os seus familiares empregados sofrerem retaliações e vergonha por serem reformados e receberem uma pensão.
Enviamos a todos os amigos destas duas belas cidades da Beira Interior as nossas saudações.
Força, companheiros!