Violência sobre idosos registada em linha SOS teve um aumento de 20% em 2018

4

Entre 2015 e 2018, o número de pedidos de ajuda duplicou e os processos quadruplicaram, indicam os dados conhecidos no Dia Mundial da Família.
A violência sobre idosos registada pelo serviço SOS Pessoa Idosa aumentou 20% em 2018, sendo cerca de 70% dos agressores familiares das vítimas, segundo dados a que a agência Lusa teve acesso esta quarta-feira.
Dados da Fundação Bissaya Barreto, que opera aquela linha de apoio de âmbito nacional, em 2018 registaram-se 317 pedidos de ajuda/contactos e 280 processos internos, tendo sido efetuadas 489 articulações interserviços, o que representa um aumento de cerca de 20%, comparativamente ao ano anterior.

Para a responsável pelo Serviço, Marta Ferreira, “o lugar de honra e a dignidade que as pessoas idosas de tempos anteriores tinham como garantidos, encontram-se atualmente comprometidos”, sublinhando que “as gerações familiares mais jovens, hoje em dia, assumem direito sobre o destino dos mais velhos, sem considerar a opinião e vontade que têm sobre a sua própria vida”.

 Ler mais aqui: Violencia-sobre-idosos-registada-em-linha-SOS-teve-um-aumento-de-20-em-2018

Jornal Expresso 15.05.2019