“Está muito viva ainda hoje em Portugal.” Há 60 anos começava a Guerra Colonial

6

Imaginário ligado ao colonialismo continua muito impregnado em Portugal, defende investigador, Miguel Cardina.

 Mobilizou 800 mil portugueses para combaterem nas antigas colónias e também 500 mil africanos, que foram incorporados nas tropas portuguesas. A guerra colonial provocou 10 mil mortos, 30 mil feridos e levou ao regresso de 500 mil pessoas à metrópole.

 

Miguel Cardina, investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra considera que, 60 anos depois, o conflito continua muito presente.

“A guerra está muito viva hoje em Portugal porque está viva em quem a combateu, nas suas famílias, numa certa memória pública, e também está viva porque teve consequências enormes”, refere o investigador, em entrevista à TSF.

“Não podemos compreender o 25 de Abril, não podemos compreender a democracia em Portugal, sem percebermos que é resultado da recusa em continuar a guerra, por parte das forças armadas, e, de alguma forma também, da vitória política dos movimentos de libertação”, afirma.

 

Ler mais aqui: https://www.tsf.pt/portugal/sociedade/esta-muito-viva-ainda-hoje-em-portugal-ha-60-anos-comecava-a-guerra-colonial